Palmeiras vence na estreia da Libertadores e Willian se destaca



Na rodada de abertura da fase de grupos, o Palmeiras enfrentou fora de casa o Tigre, nessa quarta-feira (04), pela Copa Libertadores. Com total domínio do jogo durante os 90 (noventa) minutos, o Alviverde despachou os argentinos sem dificuldades. Cabe ressaltar as performances de Willian e Felipe Melo (nenhuma falta).
O Verdão era ofensivo, tinha a posse de bole na maior parte da primeira etapa, viajou até a Argentina para trazer os três prontos. Luiz Adriano balançou as redes no começo do primeiro tempo. Logo após Willian encontrar o centroavante sozinho na meia-lua, o camisa 10 (dez) bateu no ângulo esquerdo do goleiro, e abriu o marcador. Em seguida do gol o Palmeiras tinha uma postura mais “Felipão”, arriscava pouco e era mais cauteloso na hora de construir suas jogadas, e quando construía, não causava perigo.
Palmeiras teve mais posse de bola do início ao fim da primeira etapa, mas o meio-campo não funcionava bem. Dudu por sua vez foi escalado como armador na estreia da competição, o ídolo palmeirense não funcionou muito bem, contrário de sua posição de origem (ponta).

Pela segunda etapa, o Palmeiras obteve pressão nos primeiros 15 (quinze) minutos, sufocando o adversário. Em um dos poucos ataques argentinos, o atacante Matías Pérez se desentendeu com Rony; o argentino acabou pisando no pé do recém chegado no Palmeiras, o árbitro expulsou o atleta no mesmo momento.
Com um jogador a mais o jogo ficou mais aberto para a equipe de Luxemburgo. Os argentinos tentavam impor seus contra-ataques, e ficavam expostos na defesa. Poucos minutos depois da expulsão, Rony fez bela jogada na ponta esquerda e achou Willian livre na entrada da área, o atacante dominou de perna direita e mandou um chute magistral no ângulo, sem muitas chances para o goleirão argentino.
Em seguida do segundo gol, o Verdão atacava o tempo inteiro, buscava a goleada para voltar com uma moral maior. Willian teve a chance de marcar o segundo dele na noite, acabou sofrendo pênalti, mas o árbitro não marcou.
Com a entrada de Luan, o zagueiro Felipe Melo voltou a ser volante nos últimos minutos, o que causava um efeito mais ofensivo na escalação alviverde. Passes longos, roubadas de bola, foi uma bela noite para o atleta ex-volante. Mas o jogo ficou por isso mesmo, o Verdão não conseguiu ampliar, mas levou os três pontos para a casa com o placar de 2 a 0.

Após a vitória, o Verdão se mantém na segunda posição do Grupo B, fica atrás do Guaraní do Paraguai pelo critério de desempate. O próximo confronto do Palestra acontece neste sábado (07), receberá a Ferroviária no Allianz Park às 17:00 pelo horário de Brasília.

Pelo lado argentino, depois do revés na estreia da Libertadores, a equipe do Tigre enfrentará o Bolívar na terça-feira (10), pela segundada rodada da fase de grupos. O time argentino teve sua próxima rodada da segunda divisão adiada.

Postar um comentário

0 Comentários