Santos vira, Kaio Jorge decide e Jesualdo respira aliviado



Na noite dessa terça-feira (03), o Peixe visitou o Defensa y Justicia da Argentina, pela fase de grupos da Libertadores. Com a virada de hoje, Jesualdo Ferreira respira por aparelhos no comando técnico do time.
Com um jogo difícil típico de Copa Libertadores, o Santos passou sufoco durante os 90 minutos na Argentina. Com gol de escanteio, do zagueiro Rodríguez da equipe dos “hermanos”, o jogo ficou ainda mais pegado. O Santos cometia bastante faltas, estava entrando na estratégia dos argentinos, eram três pontos importantes para a equipe adversária, que até então estava há 9 jogos sem derrota.
Depois do intervalo a partida não mudou. Jogo truncado, cadenciado e com o Defensa y Justicia causando perigo à zaga santista, Jesualdo resolveu olhar para o banco de reservas. Após a entrada de Kaio Jorge no lugar de Yuri, e Jobson no lugar de Evandro, o Santos melhorou tecnicamente. Sem muita confiança no cargo logo depois do empate no clássico contra o Palmeiras, Jesualdo fez duas grandes substituições, o que influenciou no resultado do jogo.
Após linda jogada de Soteldo pela ponta esquerda, o venezuelano encontrou Jobson na entrada da pequena área, e marcou com um peixinho em seguida do cruzamento do craque santista. Contudo, com o empate no placar, o time praiano resolveu se soltar mais no jogo. Buscava tabelas, contra-ataques rápidos e precisos. E em um desses contra-ataques, Kaio Jorge saiu na cara do goleiro argentino, que sem muita frescura chutou para dentro do gol.
O Peixe fica líder do Grupo G provisoriamente, e depois da virada, o português Jesualdo Ferreira consegue mais tranquilidade para se manter na comissão técnica.


No próximo confronto, já pelo Campeonato Paulista, o Santos enfrenta o Mirassol neste sábado (07) dentro da Vila Belmiro às 19:30.

A equipe do Defensa y Justicia recebe o Patronato pelo Campeonato Argentino, também no sábado (07) às 18:00.

Postar um comentário

0 Comentários