Bandeira de Mello foi oportunista, diz Marcos Braz



O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, participou neste sábado (25) de 
uma transmissão realizada na FlaTV e rebateu fortemente as declarações de Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo. Durante a semana, em uma entrevista ao Jorge Nicola, da ESPN Brasil, Bandeira de Mello afirmou que a tragédia no Ninho não teria acontecido se ainda fosse presidente.

“O presidente Bandeira de Mello foi muito infeliz nas declarações. Infeliz está barato para ele. Se analisar bem, foi covarde ou mau caráter. Não conheço muito ele. Esta atitude eu não sei se foi de mau caráter ou oportunista. Quem trabalhou com ele acha que foi de mau caráter, eu acho que foi de oportunista”, disse Braz.

Em outro comentário, o vice-mandatário responsabilizou Bandeira pelos descumprimentos das normas que resultaram na fatalidade de dez garotos da categoria de base do Flamengo:

“Foi na gestão dele que contrataram os contêineres, foi na gestão dele que as crianças estavam lá, foi na gestão dele que chegaram as notificações da Prefeitura. A gente tinha 30 dias de gestão, não foi legal”, concluiu.

Postar um comentário

0 Comentários