Karl Malone demonstra não ter gostado de Arremesso Final e explica por que não apareceu



Karl Malone, um dos maiores jogadores do basquete norte-americano, alegou críticas “indiretas” ao documentário de Michael Jordan “Arremesso Final”, que reproduz a temporada de 97/98 do Chicago Bulls pela National Basketball Association (NBA).

Naquela temporada os Bulls foram campeões em cima do Utah Jazz, franquia que formou a carreira de Malone, série vencida por 4 a 2. Por sua vez, o ídolo de Utah se recusou a colaborar com as gravações da nova sensação da Netflix. Explicou o porquê em entrevista à ESPN.

“Tenho maior respeito por Michael, mas nunca achei que estava jogando contra Jordan, e sim, contra o Chicago Bulls”, comentou.

“Todo mundo diz que eu era um cara mau e tudo mais. Bem, sim, respeito. Mas tenho um jeito. Sou homem e também era um filho da p*ta. Então é assim que eu olho para isso, e é quem eu sou”, concluiu.

Jason Hehir, diretor da série, afirmou durante esta semana que Karl Malone negou os convites para participar das gravações.

“Convidamos ele várias vezes. Acredite, esgotamos quase todas as vias. Começamos a gravar em janeiro de 2018 porque sabíamos que Malone seria um registro difícil”, disse.

O ex-ala-pivô atuou por 18 anos no Utah Jazz (1985-2003) e encerrou sua carreira no Los Angeles Lakers (2003). É o segundo maior pontuador da história da NBA e coleciona títulos individuais como 2 Most Valuable Player (MVP) e 14 vezes sendo All-Star da liga.



Fonte: UOL Esporte

Postar um comentário

1 Comentários

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)