Ex-esposa de Dudu, do Palmeiras, acusa jogador de agressão: “Apanhei nas minhas duas gestações”


Mallu Ohanna, ex-esposa de Dudu, do Palmeiras, acusou o atacante de agressão em entrevista exclusiva concedida ao jornalista Leo Dias, na tarde de hoje (23), em live pelo Instagram. Durante a conversa, a modelo alega que foi agredida pelo jogador na noite da última segunda-feira, em São Paulo. Após a briga entre os dois, Mallu foi medicada no Hospital Albert Einstein, por conta de escoriações no corpo e dores musculares.

“Assim como ele é agressivo em campo, ele foi comigo esses (seis) anos todos. Tenho provas testemunhais tanto da família dele, que já presenciou várias vezes, como da minha. Apanhei nas minhas duas gestações. Quando estava grávida do meu segundo filho, ele chegou a bater com a porta do carro na minha barriga. Já fui, grávida, buscá-lo na porta de motel. (...) Não aguento mais apanhar calada. Hoje entrarei com medida restritiva contra ele”, afirmou Mallu.

Ainda no decorrer da live, Ohanna ressaltou, em lágrimas, que Dudu sempre bate na cabeça para não deixar provas.

“Eu ainda o amo e por isso aguentei todos esses anos. Quando ele bebe, ele se transforma, vira outra pessoa. A tática dele é bater na minha cabeça para não deixar marcas. Mas tenho laudo do hospital mostrando que apanhei. Na briga de ontem, foi mais de uma hora e meia entre xingamentos e agressões. Começamos a briga no carro e seguimos pelas ruas do condomínio. Os seguranças viram, mas ninguém fez nada. É muito dolorido”, disse a modelo.

Nesta terça-feira, Dudu foi à delegacia do 87º Distrito Policial de São Paulo, em Pirituba, para dar seu depoimento. O advogado do atleta afirma que o mesmo provará sua inocência, devido às câmeras de segurança no local.

Vale lembrar que essa não é a primeira acusação. Em 2013, quando Dudu atuava pelo Dínamo de Kiev, o jogador foi detido na Lei Maria da Penha após bater em Mallu e na sua sogra, mãe da modelo. Foi liberado pagando uma fiança de R$ 12 mil e praticando serviços comunitários.





Fonte: Metropoles

Postar um comentário

0 Comentários