Jô marca na reestreia, Corinthians vence o Bragantino e está na semifinal do Paulistão




Nesta quinta-feira (30), o Corinthians enfrentou o Red Bull Bragantino no Morumbi e se classificou para a semifinal do Campeonato Paulista após vencer o clube do interior por 2 a 0. O recém contratado Jô, criado no Terrão, deixou sua marca na reestreia pelo Time do Povo.

O Red Bull, por sua vez, ditado por muitos como favorito ao título estadual, sucumbiu nas quartas de final diante do surpreendente bom futebol alvinegro.

A partida começou eletrizante, sequer deu tempo de sentar no sofá. Depois de uma bela roubada de bola no meio-campo, Éderson experimentou o ex-goleiro corinthiano Júlio César e abriu o placar aos 30 segundos de jogo. Vale ressaltar, claro, a falha do guarda-redes do Bragantino, que aceitou o chute com facilidade.

Sabemos que, de forma óbvia, jogar atrás no placar contra o Corinthians nunca foi fácil. A equipe comandada pelo Tiago Nunes se manteve bem postada, apesar dos sustos tomados – não dá para esquecer que do outro lado havia um time buscando a classificação também.

Artur, destaque da competição até então, enfiou um chutaço do meio da rua, e a bola explodiu no travessão de Cássio. O time de Bragança Paulista ficava refém da criatividade do ponta-direita, mas o Timão bloqueava quaisquer oportunidades. Foi um primeiro tempo espetacular do clube do Parque São Jorge, ofensivamente e defensivamente.

O Alvinegro assegurou a posse de bola, criou chances, movimentações ofensivas dos laterais e do volante Éderson. Quando o Bragantino chegava ao ataque, o paredão corinthiano se defendia com excelência. Em alguns momentos, aumentava a marcação, pressionando a saída de bola da equipe adversária.

A primeira etapa funcionou assim, mais pragmática, com um futebol competitivo bem apresentado.


Ao voltarem do vestiário, os dois times sustentaram suas estratégias de jogo, até a equipe do técnico Felipe Conceição, que terminou o primeiro tempo sendo eliminada.

O Coringão retornou ainda mais ofensivo. Marcação dupla sob pressão era visível nos primeiros cinco minutos do segundo tempo, Tiago Nunes deve ter analisado bastante o Red Bull Bragantino - afinal, o primeiro gol saiu aos 30 segundos em decorrência de uma marcação altíssima.

Em escanteio pelo lado esquerdo, aos 20 minutos da segunda etapa, Luan cobrou na cabeça do Jô, que subiu no segundo andar para estufar as redes. 2 a 0 para o atual tricampeão paulista.

A partir do segundo gol, o Timão ficou tranquilo para fazer seu jogo, deixando a responsabilidade apenas com o Bragantino, dono da melhor campanha durante a fase de grupos.

Embora o ‘Braga’ tenha se esforçado, não conseguiu medir forças com a camisa pesada do Corinthians. Mas não só o peso da camisa, o Timão jogou melhor e foi mais eficiente do que o Red Bull.

Ressalvas vão para o camisa 77 alvinegro. Jô, que estava fora de ritmo e sem jogar desde dezembro de 2019, teve uma ótima atuação. Participativo dentro do último terço do campo, bela função de pivô e ajudou seu time a ir às semifinais com um lindo gol de cabeça.

O próximo confronto do Corinthians será no domingo (02), na Arena Corinthians, contra o Mirassol, semifinal em jogo único.

Postar um comentário

0 Comentários